Barragem Gravatá vai garantir água para mais de 4700 moradores em Cacimbinhas

Barragem
Barragem Gravatá vai garantir água para mais de 4700 moradores em Cacimbinhas

Obra foi iniciada no mesmo mês de abril e a expectativa é que seja finalizada até setembro


O caminhão pipa é hoje a principal fonte de água para as comunidades rurais do município de Cacimbinhas, e quem depende desse fornecimento reconhece a importância da obra. Aguardada há mais de 30 anos pela população do Agreste e região, a construção da barragem Gravatá, em Cacimbinhas, tem caminhado a passos largos. A obra visa garantir segurança hídrica e solucionar o problema da estiagem que atinge centenas de famílias que dependem da atividade rural.

A obra foi orçada em mais de R$1,2 milhão, com recurso do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). Logo após a assinatura da ordem de serviço concedida pelo Governador Renan Filho em abril deste ano, a obra de segurança hídrica foi iniciada no mesmo mês e a expectativa é que seja finalizada até setembro.

 

“A construção já está 35% concluída, estamos empenhados em finalizar a barragem Gravatá o quanto antes para atender as necessidades do povo da região. A obra será de grande impacto para as pessoas que criam seu gado e vivem da agricultura familiar”, Explicou o secretário estadual de Infraestrutura Maurício Quintella

A obra

A barragem Gravatá será alimentada pelo riacho Gravatá. Com perspectiva de beneficiar cerca de 4.700 habitantes da zona rural de Cacimbinhas e municípios vizinhos, a obra ocupará uma área de 99 mil metros quadrados, terá capacidade para acumular 280 mil metros cúbicos de água e durante o inverno permitirá uma vazão regularizada de 20 metros cúbicos de água por segundo.


Texto de Ascom Seinfra
Foto: Ascom Seinfra